logo_ens
estatuto leia_carta_mensal podcast_catolico retiros diocese
divisoria_imagenssite_oficial_ensdivisoria_imagensvisita_papadivisoria_imagenssite_internacionaldivisoria_imagenscampanha_da_fraternidade_2017divisoria_imagens

Experiência Comunitária

- Razão de Ser:

A Experiência Comunitária surgiu inicialmente voltada para a expansão do Movimento das Equipes de Nossa Senhora, com o intuito de melhor preparar os casais para uma eventual adesão ao Movimento. Ao mesmo tempo verificou-se uma outra razão de ser extremamente valiosa, que foi o de aproveitar a sua pedagogia para a prestação de um serviço de apostolado para grupo de casais, independentemente de virem ou não a se transformar em uma nova equipe.

Manual de Pilotagem – Edição 2000

- O que é:

A Experiência Comunitária é um instrumento de evangelização que aproveita a vivência e o conhecimento acumulados pelos casais das ENS quanto à vida cristã conjugal, familiar e em comunidade

A Experiência Comunitária das ENS concretiza-se pela reunião de um grupo de casais que procuram desenvolver seu matrimônio e vida familiar e que para isso aceitam experimentar a vida em comunidade e particular de uma iniciação catequética que lhes anunciará a Boa Nova vivida no casamento.

Sua proposta pedagógica prevê um tempo limitado para que essa experiência seja feita. Ao final, são colocadas ao grupo múltiplas opções para dar continuidade à vida comunitária cristã. Dentre essas opções, especialmente lembrado o Movimento das equipes de Nossa Senhora.

- Objetivos:

1 – Despertar os casais para o conhecimento pessoal, conjugal, familiar e social para que, compreendendo essa realidade, possam assumi-la procurando transformá-la.

2 – Oferecer aos casais a possibilidade de vivenciarem a graça da fé através:

a – da comunidade, lugar de um verdadeiro encontro com o irmão;

b – da experiência pessoal de encontro com Deus.

     Esse encontro realiza-se especialmente pela catequese, quando os casais redescobrem e fundamentam sua fé, e pela oração, que os conduz ao diálogo com o Pai.

3 – Dar-lhes a oportunidade de experimentarem:

a – o diálogo, caminho para o “dever de sentar-se” e para a oração;

b – a leitura e reflexão da Bíblia, caminho para a escuta da Palavra e a meditação;

c – a partilha dos esforços para o crescimento espiritual;

d – a co-participação de suas vidas, para juntas buscarem soluções para suas inquietações, vivenciando o auxílio mútuo.

4 – Permitir-lhes a compreensão de que a Igreja atualiza o Cristianismo e guarda os Sacramentos, motivando os casais a participarem.

5 – Oferecer aos casais opções para darem continuidade à vida comunitária cristã.

- Participantes:

Casais católicos que tem em comum a inquietação pela procura da felicidade e entrevêem nas propostas cristãs um caminho a eles aberto.